Presumindo

Vamos falar um pouco sobre um comportamento comum nas pessoas. Por falta de discernimento do que é correto, elas fazem coisas erradas presumindo estarem certas. Então está é a palavra: “presumindo”. O dicionário diz que a palavra “presumir” realmente significa “ousar sem a verdadeira autoridade”. “Presumir” qualquer coisa é “ousar sem a verdadeira autoridade, ou tomar por certo". Aventurar sem a verdadeira autoridade, ou tomar por certo fazendo algo antes de você estar autorizado a fazê-lo, sem a verdadeira autoridade para fazer aquilo”.

Agora, quando estamos nos aproximando de passar os dois feriados principais, os quais são o Natal e o Ano Novo. Infelizmente o que sempre tivemos não é realmente um Natal. É um dia que separamos, naturalmente nós sabemos que não é o dia do nascimento do Senhor. Ele não poderia ter nascido no dia vinte e cinco de dezembro, porque é tão frio nesta época em Israel que os pastores não poderiam estar ali em cima na colina. Portanto isto não aconteceu durante o inverno. Mas a opinião é que sucedeu por volta de abril ou maio, quando nascem os cordeiros, quem sabe. E como Ele veio segundo a natureza, exatamente como os cordeiros normais nascem; Ele era o Cordeiro de Deus, e Ele nasceu durante um tempo como aquele. Mas não creio que Ele Se importa com o dia em que estabelecemos, porque o verdadeiro dia é desconhecido. Mas é uma comemoração do Seu dia de nascimento. E em vez de fazermos uma comemoração “cristã”, afinal é um dia de adoração a Deus por Ele ter enviado o Seu Filho para nós, temos um dia para uma grande celebração. Nós celebramos o Natal. Assim deveria ser, mas o Natal que conhecemos não é uma celebração. Mas temos distorcido e feito disto um dos maiores dias de comércio e glutonaria da história. Está tudo acertado em dar presentes um para o outro, e as pessoas ficam magoadas se você não o fizer, e lhe retribuem. E isto tudo está simplesmente distorcido. Não tem nada a ver com Jesus Cristo, nada! Eles falam de um espírito solidário e coisas assim, em ajudar o próximo e monta-se um teatro da fraternidade universal, mas nada está ligado com a Verdade do Evangelho e com o significado do nascimento do Emanuel. Não há mudanças nas pessoas, não mudam suas mentes ou se convertem, mas elas continuam na mesma vida de pecado.

Todavia perceba uma coisa, ninguém fica incomodado em dar de presente de Natal para alguém um maço de cigarros, uma caixa de uísque, ou coisas deste tipo. Mas o importante para eles é dar um presente que aquela pessoa gosta e assim todos ficam “felizes”, afinal estamos no Natal. Então eles se embebedam noite adentro, prostituem-se e cobiçam o que é do próximo, tudo isto para comemorar o “Natal”. Então toda espécie de imoralidade praticam neste dia, eles até procuram fazer um tipo de pecado novo, uma coisa inédita que ainda não fizeram, e assim experimentam drogas e tudo mais. E então, suponho que eles presumem que essa é a maneira correta de fazerem aquilo. Percebem? É isto que eles imaginam que deve ser feito. Mas eles estão apenas presumindo.

E aqui vem novamente o Ano Novo. Ora, geralmente todas as pessoas fazem uma grande festa de Ano Novo. E então nesta festa de Ano Novo, todos eles enchem bem a cara por volta da meia-noite. E suponho que eles procuram matar seus pecados para esquecê-los; o que eles fizeram durante o ano. Eles simplesmente ficam tão bêbados que eles esquecem tudo a respeito de seus pecados. E eu acho que eles presumem que esta é a maneira de se livrarem dos pecados. Mas eles estão errados. Aquilo apenas acumula mais pecado. Você não pode consertar nada cometendo outro erro. Então estão apenas presumindo, abafando. Eles acham isto uma diversãozinha limpa que não tem nada de mais, ou um pequeno prazer que as pessoas têm que ter para se desafogarem. Bem, se este é todo o prazer que uma pessoa pode extrair da vida. Que prazer seria este de esvaziar sua mente de tal maneira que você nem mesmo sabe o que está fazendo? Então chamar isto de prazer? Isto parece mais uma tortura na própria alma.

Agora, eu pude ver os homens do mundo fazendo isso, procurando afogar suas mágoas nas bebidas, mulheres, diversão. E aquele buraco que eles tentavam preencher parecia o buraco-negro. Agora, quando é a igreja que estar fazendo isso, as pessoas as quais se chamam de cristãs, procurando afogar pecados e mágoas em coisas mundanas. Quando estão buscando bebidas, danças e tornando-se viciados em jogos. Então isto mostra que há um enfraquecimento em alguma parte, porque aquela não é a maneira de você esquecer seus pecados. Eles estão no livro de Deus, e a única maneira que você pode ficar livre deles é colocando-os no mar do esquecimento pelo Sangue de Jesus Cristo, e então não serão mais lembrados contra você. Esta é a única maneira. Mas eles presumem que a maneira correta de fazer isto é da maneira comum que as pessoas o fazem.

Temos também, nestes dias, pregadores muito bem preparados, homens de grandes denominações e movimentos evangélicos através da nação, e estes ministros pregam a doutrina de suas denominações e seus novos métodos, presumindo que eles estão fazendo exatamente o que é correto. Muitos deles, não se importam com o quanto aquilo seja contrário às Escrituras, eles presumem que estão fazendo a coisa correta quando eles pregam aquela doutrina, seja ela o qual for. Eles presumem que aquilo é apenas o que Deus requer: um determinado credo, ou uma certa afiliação, uma carteirinha de membro. Eles pensam que aquilo é tudo o que Deus requer. Eles presumem que eles estão levando as pessoas para o céu através de se unirem a uma igreja e pregando um credo religioso. Eles presumem que aquilo está bem; que aquilo é tudo o que você tem que fazer. Mas que engano é aquilo. Aquilo é um engano terrível, apenas presumindo.

Há somente um credo na Bíblia: este é Cristo. Vêem? Nós somente temos que conhecê-Lo e isto é ter Vida Eterna. Fora disto, não há nenhum caminho para a Vida, sem conhecer a Cristo através da sua experiência com Ele, e não se unindo a uma igreja, ou admitindo uma certa doutrina. E quando trazemos isto a essa condição superficial, esta é a razão pela qual os crentes não diferem o certo do errado, e é por isto que temos festas com danças e mulheres vestidas indecentemente se balançando ao som de músicas carnais e bebidas, onde, ninguém consegue discernir o que está acontecendo na comemoração de Ano Novo dos assim chamados cristãos. Mas esta é a razão pela qual as pessoas fazem isto, é porque isto é tudo o que elas sabem fazer. Ora, com certeza, se há algo que Deus quer que as pessoas façam com Suas vidas, com seu corpo, roupa e tudo que envolve a sua vida, com certeza deve haver algo verdadeiro para ser feito. Há algo em algum lugar que é a coisa correta a se fazer, se aquela é a coisa errada a fazer; ora, deve haver uma correta para cada errada, ou não existiria o certo. Pois então tem que haver um pró e um contra, negativo e positivo. Tem que existir um Real verdadeiro para que o Real falso possa ser feito, ou então o Real falso seria o verdadeiro.

E assim, quando vemos um grupo de pessoas que estão famintos por algo, e elas vão a uma igreja, e elas se unem à igreja, elas mostram que há algo pelo qual estão famintas. A alma humana clama por algo. Ela sabe que há algo que a trouxe aqui. Elas sabem que há algo que está além daqui. Sabem que elas vieram da escuridão, e voltarão para a escuridão. E elas querem saber de onde elas vêm, e para onde elas estão indo. Agora, se aquela fome está ali, você nunca pode obter o correto unido-se a uma igreja, mas você tem que está unido com a Palavra. Somente a água que Jesus dá matará aquela sede.

Alguém pode dizer, o que é isto meu querido? Você tem experimentado, veja a experiência que Deus tem te dado. Apenas olhe diretamente em direção ao céu e sinta o tanto que Ele é maravilhoso. Venha meu irmão esvazie sua mente de toda preocupação e deixe Deus entrar. E sem dúvida é o que você faz. Mas obtém uma experiência, mas que experiência? Veja você, quando você faz aquilo, você simplesmente abre sua alma para Satanás. Ele te dará algo; isso é verdade. Não é desta forma que se vem a Ele, não senhor. É por fé! E fé não tem nada haver com sensações, nem minha vida com Ele se baseia em sensações, mas em está na Sua vontade crendo no que Ele diz. Eu acho que cada pessoa que está vindo para Cristo deveria vir com toda a inteligência que ela possui e citando cada promessa na Escritura em sua mente quando vierem até Ele. Mantenha sua mente em alerta, quando você vier a Cristo. Não a deixe vazia. Não busque experiências, o diabo lhe fará fazer algo. Ele te dará uma sensação. Ele pode fazer isto também. Mas você deseja uma experiência, algo que a Bíblia ensina, algo que seja real, que não te afaste da Verdade, mas que te mergulhe Nela. Todavia eles vão embora presumindo: “bem, um pequeno abalo nervoso. Eu vi uma luz diante de mim”, ou algo assim. “Eu tenho isto”. E eles nunca vivem nenhum pouquinho diferente. A vida que levam provam que alquilo não era Deus.

Agora, é aí onde vem o problema. Pessoas que pensam honestamente e crêem que se elas são trazidas a uma determinada condição, ou a um determinado lugar, ou fazem um determinado compromisso, ou algo assim, que aquilo é tudo o que Deus requer guardar um mandamento, ou viver através dos dez mandamentos, ou algo assim, realizar uma boa ação, programas sociais, dar algo aos vizinhos, fazerem ofertas. E para muitas delas é pedido apenas que tomem um credo e vivam através dele, aspergindo um pouquinho de água sobre elas e tornando-as membros de igreja, e todas elas ficam bem então. Estas pessoas saem (honestas, boas pessoas) presumindo em que elas estão indo no caminho em direção ao céu. Eles presumem que isto é a religião de Deus, e isto é tudo o que eles têm que ter. Mas quão errado é isto.

Portanto estamos vivendo num tempo que é mais tarde do que pensamos. Ano após ano, e o fim se aproximando rápido que eu gostaria de saber se estaremos aqui no ano que vem. Eu gostaria então, quando eu partir, fui eu honesto? Coloquei eu tudo claramente como eu sabia que deveria ter colocado? Senhor, segui eu as Tuas instruções? Disse eu alguma coisa que fosse contrária a Tua Palavra, ou guardei eu corretamente cada palavra da Tua Bíblia? Porque estas mesmas pessoas se levantarão comigo no julgamento, e eu terei que dar conta pelo o que eu disse enquanto eu estava neste determinado lugar. Mas as pessoas vivendo após estes ministros, ou este ministério da apostasia, eu creio, presumindo segundo tanta educação e obtendo graus disto e daquilo, e aprendendo um credo ou modelo novo de uma igreja, e voltando e tomando um trabalho pastoral, e, eu creio, com honestidade e sinceridade, simplesmente tão sincero quanto qualquer um poderia ser. Mas a sinceridade não torna isto verdadeiro. Isso não é totalmente a verdade, continuaremos errados. Por mais sincero que sejamos a Palavra de Cristo permanecerá. Então não podemos esperar errar nestas coisas que fazemos e passarmos ilesos com isto. Não! Não passaremos. Todavia Ele é bom; isto é verdade. Eu não quero que vocês me interpretem mal. Nosso Deus é um bom Deus. Isto é exatamente correto. Mas recordem, a única maneira pela qual Ele pode ser bom é sendo justo. E se Ele é justo, Ele tem que guardar os Seus próprios mandamentos. E se Ele guarda os Seus mandamentos, é errado para os cristãos serem partidários com o mundo. Isto é errado. Não deveríamos fazer isto. Temos que ser pessoas diferentes. E estamos apenas aventurando, presumindo sem a verdadeira autoridade. A Palavra de Deus nos dá a autoridade, e é nesta autoridade que devemos nos firmar: no que Deus disse.

Trecho da Mensagem Presumindo, pregada por William M. Branham - 17/01/1962.